sábado, 26 de março de 2011

ALIMENTAÇÃO X MIOMAS

Gente,
por conhecer várias mulheres que sofrem com Miomas, resolvi postar este texto super interessante que encontrei no http://www.portaldomioma.com/ .
Tenho certeza de que será bem útil para quem sofre desse problema.
bjsss
Isabel



Alimentação X Miomas - a experiência de uma mulher com mioma.
Texto original, na íntegra, no blog da autora LACAL.
http://sobremiomas.blogspot.com/2011/01/alimentacao-x-miomas.html#comments

Lacal
São Paulo, SP


Alimentação x miomas

Provavelmente o seu médico não lhe disse que seus hábitos alimentares podem estar relacionados com o fato de você ter desenvolvido miomas ou com o crescimento e multiplicação deles. Não se trata, aqui, de uma discussão sobre os fatores genéticos desta doença, mas sim dos fatores ambientais, que podem ser amenizados, freando assim o crescimento dos miomas, ou mesmo fazendo-os diminuir.

Nenhum médico diz que mioma diminui; todos eles dizem que mioma só diminui na menopausa, quando os hormônios femininos declinam. Mas não é o que se vê na prática clínica, e eles simplesmente ignoram o fato de que algumas mulheres conseguem reduzir seus miomas, e não estão na menopausa. Basta ver o comportamento dos miomas durante a gestação: primeiro eles crescem muito por conta dos hormônios que aumentam muito na gravidez, depois, quando a gravidez acaba, eles diminuem novamente. Ora bolas, miomas crescem e também diminuem! E este crescimento está claramente relacionado com o excesso de hormônio no corpo.

Antes de continuar este post, preciso dizer que ninguém é melhor indicado para tratar dos seus miomas do que um bom ginecologista, de preferência um especialista em miomas. Nunca deixe o tratamento médico (medicamentoso, cirúrgico, acompanhamento clínico) pelo tratamento natural ou alternativo. O tratamento alternativo é importante sim, pois pode diminuir os miomas ou evitar que eles cresçam e se multipliquem, mas o tratamento médico é fundamental para garantir a preservação do seu útero. Se você não acompanha os miomas, corre o risco de perder o seu útero numa futura cirurgia, se a situação for se complicando. Então, junto com qualquer tratamento natural, é essencial o acompanhamento ginecológico.

Há uma relação comprovada entre excesso de hormônios e crescimento de miomas uterinos. Talvez você tenha uma intolerância ao excesso de estrogênio que faça o seu útero desenvolver estes tumores; talvez você tenha muito estrogênio circulando no seu organismo, e este excesso faz seu útero desenvolver miomas, assim como faz com que os miomas continuem crescendo. A alimentação é importante para controlar este excesso de estrogênio.

A orientação é a de sempre: vida saudável, dieta, etc, etc... tentarei explicar os motivos e tentar te convencer a mudar os hábitos para melhorar a condição do seu útero, como eu consegui melhorar o meu, até agora.

1 - a gordura do seu corpo produz e armazena estrogênio:
se você está acima do peso, este é um fator importante a ser eliminado, pois assim vc reduz a quatidade de hormônio no seu corpo; engordar e emagrecer também é um fator agravante para o crescimento dos miomas.

2 - o órgão responsável por eliminar o estrogênio do corpo é o fígado; então, cuide do seu fígado! o fígado também é responsável por metabolizar as gorduras que você come, assim como o álcool,  o café, etc...a dieta que ajuda os miomas a diminuírem (ou a não crescerem novamente, se vc acabou de fazer uma miomectomia) é uma dieta pobre em gorduras e rica em fibras. Por quê? Se você ingere menos gordura, dá menos trabalho para o seu fígado, que poderá se ocupar em processar o estrogênio em excesso do seu corpo, ou aquele estrogênio que faz seus miomas crescerem. O mesmo para o álcool, que acaba fazendo o fígado trabalhar demais, e ele deixa de processar o estrogênio... o mesmo para o café. Ja li que a cafeína estimula a produção de  estrogênio, além de chatear o fígado.
Existem alimentos, como a alcachofra, por exemplo, que ajudam o fígado a trabalhar melhor; também existem chás e outras opçõe como vitamina B6 e outras vitaminas, mas você precisa conversar com um nutricionista, ou com um médico para te indicá-los da forma correta.


3 - As fibras: uma dieta rica em fibras, aliada a um processo digestivo saudável, com o fígado trabalhando feliz da vida, vai te ajudar a eliminar o estrogênio nas fezes. Se você tem prisão de ventre, se fica com as fezes por dias paradas no intestino, saiba que aquele estrogênio que o fígado tratou de eliminar, será reabsorvido pelo sangue. Então é preciso ir ao banheiro todos dias, direitinho, para eliminar o excesso de estrogênio, que faz seus miomas aparecerem e crescerem. Acho que cada mulher deve procurar o alimento que mais a ajuda a regular o seu próprio intestino, e não caia em chamadas de propaganda não...se você comer fibra, com certeza seu intestino irá funcionar. Eu incluí na minha dieta um pires de repolho cru (com vinagrete ou o tempero que vc preferir) antes do almoço e do jantar. Além de ter poucas calorias, ele te obriga a mastigar bastante, contribuindo para a sensação de saciedade, e você acaba comendo menos na refeição. Pra mim funcionou muitíssimo, em todos os sentidos. Algumas pessoas têm gases com repolho, então é melhor consultar um nutricionista, para fazer este tipo de orientação. Também como duas colheres de sopa de aveia por dia, em salada de fruta, sucos, banana, etc... a aveia ajuda bastante. Quando estou com prisão de ventre, bato uma laranja no liquidificador, tiro só a parte branca da casca, e o resto eu tomo...funciona...

4 - coisas a evitar, ou seja, coisas que você não pode comer: açúcar branco, café, álcool, manteiga, margarina, requeijão, queijos amarelos, farinha branca (pãe, doces, bolos que não sejam integrais). Enfim, no começo é torturante mesmo, mas equilibrar a dieta, para dar um susto nos miomas, é importante. Estes alimentos contém gordura, que deve ser evitada. Abuse dos legumes, das verduras e das frutas e evite todo o tipo de alimento condimentado artificialmente...todo aquele lixo que costumamos comprar no supermercado: frios, enlatados, etc...

5 - carnes: como queremos aliviar o fígado, nada de gorduras, meninas.... e a carne está cheia delas. Se for possível, coma apenas peixe.
Se vc não aguentar ou não puder ($), reduza as porções de carne para pequenos pedacinhos, pequenas quantidades mesmo, e sempre carnes magras. Dizem que a carne tem hormônio que vem da alimentação dos animais; se a carne for de boa procedência isso não é verdade, pois atualmente existem normas rígidas para isso, e os animais não podem mais receber hormônios e antibióticos, então não é tão preocupante assim. Evitar carne vermelha e de frango, de qualquer jeito, é uma boa opção.

6 - exercíciostambém não dá para escapar deles. Eu pesquisei bastante, mas não consegui encontrar nenhuma informação que me explicasse ação do exercício com os hormônios. Se alguma leitora souber, seria legal termos uma explicação por aqui. Li que os exercícios físicos diminuem o estrogênio, ajudando no equilíbrio hormonal. Mas também li que o estrogênio aumenta na hora da atividade, então eu realmente não sei dar essa informação com certeza. Contudo acredito que o exercício contribui para o equilíbrio hormonal e para a manutenção da saúde, bem como para o emagrecimento e a eliminação da gordura corporal.

7- Melão amarelo: você pode acreditar, ou não...mas o melão amarelo é uma fruta amiga do útero. Inclui-lo na dieta com frequência, sobretudo antes da menstruação, pode ajudar bastante...Dizem por aí, e esta informação pode ser uma crendice popular, que o melão dissolve os coágulos da menstruação. Eu sinto que ele ameniza minhas cólicas e acredito muito no melão como alimento que cuida do útero. Troque o refrigerante por suco de melão...dizem que é bom tomar 1/4 do melão todo dia de manhã. Nunca fiz assim, á risca, mas aumentei a quantidade de melão na minha dieta.

8 - homeopatia e antroposofia: sempre fui descrente de homeopatia, que dirá de antroposofia; fui uma das que criticava mas que agora não abre mão delas. O homepata vai tratar a causa dos miomas, e não os apenas os sintomas dele...quando estive diante da possibilidade de uma cirurgia no útero, sem ainda ter tido filhos, recorri à homeopatia meio desesperada, mas agora sei que ela funciona sim. Inclusive há remédios que ajudam a cessar as hemorragias. Consulte um homeopata e/ou um médico antroposófico.

9 - Chás, garrafadas, ervas e afins: Este é um tema polêmico para ser tratado por uma pessoa que não é da área médica. Os médicos são descrentes de tudo; riem na nossa cara quando falamos de tratamentos com ervas, etc etc...Mas o fato é que os médicos só nos dão duas opções com relação aos miomas: esperar (e esperar é vê-los crescer e se multiplicar) ou operar. Operar pode ser tirar o mioma ou o útero. Aliás, não sei porque os médicos não se importam com nossos úteros. O útero é a mulher da mulher, assim como o saco do homem representa a masculinidade. Queria ver se eles deixariam que lhes arrancasse o saco fora... afinal, ele pode não servir pra nada......rs.

Voltando às ervas: terapias com uxi amarelo e unha de gato, óleo de prímula, chá verde, agoniada, barbatimão, agnus castus, e todas as opções que vemos por aí são válidas e dão muito certo se aliadas com a mudança radical da dieta. O importante é vocÊ consultar um médico fitoterapeuta. Ele vai te indicar tudo na dosagem certa e da forma correta de fazer. Nâo saia tomando tudo por aí sem orientação médica, pois as plantas podem ser boas, ou más. Então é preciso acompanhamento. Existem médicos que utilizam ervas como medicamentos, então é melhor que você os procure antes de tomar, pois algumas podem dar reações e mesmo serem abortivas.

10 - Se a mudança na dieta e nos hábitos de vida não fizer o mioma diminuir (o que é difícil de acontecer) ou parar de se multiplicar, com toda a certeza sua vida terá melhorado muito, de qualquer forma. Sua pele ficará mais bonita, você ficará mais gostosa, mais feliz, mais bem humorada, e terá mais força para enfrentar a maratona de ser mulher, de ter útero, e de ter miomas no útero.


Beijos a todas vocês, e tudo de bom!"

 

3 comentários:

Blog-Sy disse...

Muita boa a matéria!!
Inseri o melão em minha dieta alimentar faz algum tempo, ele é rico em complexo B, que no período menstrual entra em defasagem.
Quanto aos exercícos, para mim a ioga ajuda consideravelmente, principalmente na redução dos sintomas da tpm.
Evito os alimentos estimulantes, como café, chocolate e pimenta.
Para mim, a pratica de meditação também tem sido uma grande aliada.
Discernimento e Sabedoria, assim usufruímos dos benefícios que a terra nos oferece.
_/\_ Namaste

Manuele Ferreira disse...

Pratique exercícios físicos, pois eles ajudam a diminuir os níveis de estrógeno no organismo e, conseqüentemente, o desenvolvimento de miomas;

* Procure levar vida saudável. Não fume, beba com moderação, controle o peso corpóreo.
Encontrei essa dica em: http://drauziovarella.com.br/doencas-e-sintomas/miomas/

marlocal disse...

encontrei um mioma de cerca de 1 cm o médico falou que não era nada demais e larguei de mão uns 5 anos depois sem ir em médico, estava com anemia grave e o mioma com 5 centímetros, desesperei com o médico querendo uma cesária do mioma, mas pela anemia aguardei, e corri para a internet, e como o médico não era do convênio precisava buscar outro médico também, assim achei o óleo de prímula por conta própria, e no acompanhamento com outra médica, o mioma reduziu para 3 centímetros em quase 2 anos nessa correria sendo que nesse tempo já fiz 2 ultras, no laboratórios acho que o aparelho está lendo errado....